Francisca - 1981

Fanny Owen, é uma obra de Agustina Bessa-Luís, a partir da qual Manoel de Oliveira criou o filme Francisca. No prefácio da autora pode-se ler: «é um romance conduzido até mim através duma ideia que não me ocorreu a mim. Foi o caso de me terem pedido os diálogos para um filme cujo assunto seria Fanny Owen. Para escrever os diálogos tive que conhecer as circunstâncias que os inspirassem, e a história que os comporta. Assim nasceu o livro e o escrevi».

O filme baseia-se em factos verídicos ocorridos no século XIX, no meio de uma juventude boémia, mas intelectual do Porto, da qual fazia parte o escritor Camilo Castelo Branco. É a vida de um jovem, filho dum oficial inglês que se deixara envolver pelo amor, provocando-lhe o fatalismo e a desgraça. Há uma ambiguidade em Francisca que a confunde, a perturba, envolvendo o espectador numa teia de excitações que não chegam a se concretizar.

Por outro lado, há um olhar da câmara de Oliveira pelos jardins, pelos lagos, que se personificam nos olhares das personagens. Um jogo de imagens, de planos, com a câmara fixa, que nem por isso deixa de dar a sensação de vida, de movimento.


Ficha Técnica

35 mm c 4500 mt 166 mn

Realização: Manoel de Oliveira

Produção: V. O. Filmes

Notas: Orçamento Divulgado: 29 000 contos.

As Realizacão: Jaime Silva

As Cena: Carlos Santana

Obra Original Fanny Owen

Autor Original: Agustina BessaLuís

Adaptação: Manoel de Oliveira

Planif/Seq: Manoel de Oliveira

Fotografia: Elso Roque

As Imagem: José Tiago, Alexandre Santos

Decoração: António Casimiro

As Decoração: Maria José Branco

Adereços: João Luís Bicho

Costureira: Maria do Rosário Castro

Vestuário: Anahory, (Figurinos) Rita Azevedo Gomes

Caracterização: Ana Paula Raimundo

As Caracterização: Maria Teresa Rosado

Cabeleireiro: Francisco Couto

Fot de Cena: Joaquim Gabriel Lopes

Anotação: Júlia Buísel

Direc de Som: Jean-Paul Mugel

As de Som: J. Pedro Jacobetty

Sonoplastia/Mist: Jean-Paul Loublier

Música: Joao Paes; Szymanowski, Verdi, Donizetti

Montagem: Monique Rutler

Estúdios: Tobis Portuguesa, Casa do Alentejo

Exteriores: Santa Cruz do Douro

Data Rodagem: Nov/Dez 1980

Lab Imagem: Tobis Portuguesa

Reg Som: Nacional Filmes, Studios Billancourt (Paris)

Produçao Ex: AntónioPedro Vasconcelos, Paulo Branco

Direc Produção: Ricardo Cordeiro

Chefe Prod: António Luís Campos, Aura Carvalho

As Produção: António Gonçalo, José Maria Vaz da Silva, Paulo César, Manuel Horta

Sec Produção: Margarida Roberto, Mário Castanheira

Gestor: Manuel Guanilho

Distribuição: Rank Filmes de Portugal

Antestreia: Casino 10.° Festival de Cinema da Figueira da Foz

Data Antestreia: Set 1981

Estreia: ABCine, Sao Jorge

Data Estreia: 3 Dez 1981

Intérpretes/Personagens: Teresa Meneses (Francisca/Fanny Owen), Diogo Dória (José Augusto Pinto de Magalhaes), Mário Barroso (Camilo Casltelo Branco, Rui Mendes (Manuel Negrao), Paulo Rocha (Médico), Sílvia Rato (Maria Owen), Glória de Matos (Rita Owen), António Caldeira Pires (José de Melo), Alexandre Brandao de Melo (Raimundo), Lia Gama (Josefa), Teresa Madruga (Franzina), Joao Guedes (Marques), Cecília Guimaraes (Judite), Nuno Carinhas (Marcelino de Matos), Laura Soveral (Senhora Rocha Pinto), Eduardo Viana (Vieira de Castro), José Wallenstein (Hugo Owen), Manuela de Freitas (Raquel), Adelaide João (Clotilde), Manuel Dias da Silva (Vicente), Duarte de Almeida/João Bénard da Costa, Isabel de Castro, Castro Manuel.

[ CITI ]