O Meu Caso - Mon Cas - 1986

Para este filme Manoel de Oliveira reuniu três textos literários bem diferentes uns dos outros: O Meu Caso, de José Régio, um drama; Pour Finir Encore et Outres foirades, de Samuel Beckett, um poema; e exertos do livro de Job, parte do Antigo Testamento, um épico, na estrita acepção do termo. Para além deste reúne citações de textos pictóricos: como são as várias citações de documentários sobre calamidade no Globo, Guernica, de Pablo Picasso, A Cidade Ideal, de Luciano Lauram (séc XV) e La Gioconda, de Leonardo da Vinci.

É desta reunião de textos que Oliveira faz fluir duas artes: o cinema e o teatro ou melhor dizendo, o teatro visto através do cinema. Duas formas diferentes e até há quem as considere opostas, reunidas numa só obra, com um único fim.

O cenário é composto por uma panóplia de cores, quentes, frias, sobrevalorizado pela iluminação. A sala - o palco, apresenta-se com mobílias com formas lineares, enquanto outras confundem o olhar. O chão está coberto com carpetes quadrangulares. Assim, está tudo apostos para se dar início à peça/filme, com quatro cantos de cena.

É neste pano de fundo que se desenrola todo o filme com a participação de Luís Miguel Cintra, um dos actores mais requisitados por Oliveira. Miguel Cintra.


Ficha Técnica

35 mm c/pb 2530 mt 92 mn

Realização: Manoel de Oliveira

Produção: Filmargem; Les Films du Passage, S.E.T.E (França)

As Realização: Jaime Silva, Alexandre Gouzot, Xavier Beauvois

Argumento: Manoel de Oliveira

Obras Originais: I O Meu Caso, 2 Pour En Finir et Autres Foirades, 3 O Livro de Job

Autores Originais: I José Régio, 2 Samuel Beckett, 3 - Antigo Testamento

Tradução para Português: Jacques Parsi

Fotografia: Mário Barroso

As Imagem: José António Loureiro

Decoração: Maria José Branco, Luís Monteiro

Vestuário: Jasmim de Matos

Caracterização: Veronique Vincent

Cabeleireiro: Dominique Buisson

Anotação: Júlia Buísel

Direc de Som: Joaquim Pinto

As de Som: Gita Cerveira

Sonoplastia/Mist: JeanPaul Loublier

Música: João Paes

Direc Musical: Armando Vidal

Coreografia: Françoise Robillon

Montagem: Manoel de Oliveira, Rudolfo Wedeles

Estúdios Le Havre (França)

Data Rodagem: Mai/Jun 1986

Produção Ex: Paulo Branco

Direc Produção: (Portugal) Paulo de Sousa

Patrocínio: Centre International de Cinématographie, Fundação Calouste Gulbenkian Distribuição: Distribuidores Reunidos

Antestreia: Cinemateca Portuguesa

Data Antestreia: 25 Set 1986

Estreia: Nimas, Quarteto

Data Estreia: 8 Mai 1987

Intérpretes/Personagens: Luís Miguel Cintra (Desconhecido, Job), Bulle Ogier (Actriz; Mulher de Job), Axel Bougousslavsky (Empregado, Elifaz), Fred Personne (Autor, Bildad), Wladimir Ivanovsk (1º Espectador, Zofar), Gregoire Ostermann (2º Espectador, Eliú), Heloise Mignot (2ª Actriz). Voz: - Henri Serre.

[ CITI ]