D. João I (1357-1433)

"Filho bastardo de D. Pedro I de Portugal e de uma dama galega, foi educado pelo Mestre de Cristo e é provido aos seis anos no cargo de Mestre de Avis. Tendo passado a adolescência e parte da juventude na Alentejo, onde estava instalada a sede da Ordem, pratica aí a montaria e, simultaneamente, recebe uma educação literária invulgar na época, mas adequada à categoria de Mestre de uma Ordem religiosa-militar. Da sua ligação amorosa nascem dois filhos: D. Afonso(...) e D. Brites. Em 1382, consegue libertar-se da prisão no castelo de Évora, devido à protecção do Conde de Cambridge, o que explica posteriormente a decisão de, após a morte do Andeiro, querer refugiar-se em Inglaterra, se D. Leonor Teles não aceitasse a proposta de casamento apresentada por Álvaro Pais".

Bibliografia nº3 pág.166

[ CITI ]