Breve Cronologia de Rómulo de Carvalho/ António Gedeão:

1906 - Rómulo de Carvalho nasce a 24 de Novembro, na Rua Arco do Limoeiro, em Lisboa.

1931 - Licencia-se em Ciências Físico- Químicas pela Faculdade de Ciências da Universidade do Porto.

1932 - Conclui o curso de Ciências Pedagógicas na Faculdade de Letras do Porto.

1934 - Faz o Exame de Estado para o Magistério Liceal; inicia a sua actividade como professor no Liceu Camões, em Lisboa, carreira que prossegue no Liceu D. João III, em Coimbra e, posteriormente, no Liceu Pedro Nunes, em Lisboa, onde, a partir de 1958, foi professor metodólogo de Ciências Físico-Químicas.

1946- Co-director da "Gazeta de Física" da Faculdade de Ciências de Lisboa, cargo que exerceu até 1974.

1952 - Lançou a "História do Telefone", o primeiro de uma longa lista de livros didácticos, onde conta a história da fotografia, dos balões, da electricidade estática, do átomo, da radioactividade, dos isótopos e da energia nuclear, entre outras. No ano seguinte, sai o "Compêndio de Química para o 3º Ciclo".

1956 - Publicou o primeiro livro de poesia, "Movimento Perpétuo", sob o pseudónimo António Gedeão (A.G.), em Coimbra.

1958 - Novo livro de poesia, "Teatro do Mundo".

1959 - A.G. publica o poema "Declaração de Amor", na "Colóquio" de Novembro e Rómulo de Carvalho a "História da Fundação do Colégio Real dos Nobres em Lisboa 1765-1772".

1961 - Sai o terceiro livro de poemas de A.G., " Máquina de Fogo", em Coimbra.

1963 - A peça "RTX 78/24" é a primeira incursão de Gedeão no teatro. Mais tarde, escreveria "História Breve da Lua", para crianças.

1964 - A.G. publica "Poesias Completas", em Lisboa; assinalando o quarto centenário do nascimento de Galileu Galilei, escreve o "Poema para Galileu".

1965 - Co-director da revista pedagógica "Palestra", do Liceu Pedro Nunes, durante 8 anos; A.G. Assina o ensaio " O Sentimento Científico em Bocage".

1967 - A.G. lança "Linhas de Força", em Coimbra.

1968 - A.G. publica, em Lisboa, "Poesias Completas (1956-1967)", uma obra que chegou à 10ª edição.

1973 - Co-autor do "Boletim do Ensino Secundário", do Ministério da Educação, até 1975; A.G. aventura-se na ficção com "A Poltrona e outras Novelas".

1974 - Reforma-se ao completar quatro décadas de ensino.

1978 - É dado à estampa a "História do Gabinete de Física da Universidade de Coimbra".

1979 - Publica em Lisboa "Relações entre Portugal e Rússia no Século XVIII".

1980 - A.G. Publica "Soneto", na "Colóquio Letras" nº 55.

1981 - Às obras de carácter histórico, acrescenta "A Actividade Pedagógica da Academia das Ciências de Lisboa nos séculos XVIII e XIX".

1982 - Conclui "A Física Experimental em Portugal no século XVIII".

1983 - Sócio correspondente da Academia das Ciências de Lisboa.

1984 - A.G. Publica "Poemas Póstumos", em Lisboa.

1985 - Publica "Poemas dos Textos" (A.G.), na "Colóquio Letras" nº88 e "A Astronomia em Portugal no século XVIII". Um ano depois, surgiria a "História do Ensino em Portugal, desde a Fundação da Nacionalidade até ao fim do Regime de Salazar- Caetano".

1987 - É nomeado Grande Oficial da Ordem de Instrucção Pública.

1990 - A 11 de Maio assumiu a direcção do Museu Maynense da Academia das Ciências; Saem os "Novos Poemas Póstumos" (A:G.).

1992 - Sócio efectivo da Academia das Ciências; uma escola Secundária da Cova da Piedade é baptizada com o nome de António Gedeão.

1995 - É-lhe atribuído o doutoramento honoris causa pela Universidade de Évora e apresenta " O Texto Poético como Documento Social", numa edição da Fundação Calouste Gulbenkian.

1996 - Faz 90 anos no dia 24 de Novembro e é alvo de uma homenagem nacional promovida pelo Ministério das Ciências e Tecnologias.

1997 - A 19 de Fevereiro, na sequência de uma intervenção cirurgíca, morre na Unidade de Cuidados Intensivos do Hospital de St. Maria.

(Adaptado da cronologia editada in Jornal de Letras, Ano XVI, nº 680, de 6 a 19 de Novembro de 1996)

[ CITI ]