Narciso

Foi o primeiro poema do autor a ser publicado (1940). Mais tarde, Eugénio de Andrade vem a renegá-lo e passa a assinar não com o nome verdadeiro mas com o pseudónimo pelo qual ficou conhecido e famoso: "Foi uma alegria ver o meu nome impresso, mas passado pouco tempo tinha tanta vergonha que passei a assinar com outro nome aquilo que ia escrevendo." A verdade é que o poeta considerava "Narciso" "excessivamente juvenil".

[ CITI ]