Antero Tarquínio de Quental nasceu em Ponta Delgada, no dia 18 de Abril de 1842. Desenvolveu uma intensa actividade no campo da escrita, da política e da produção de ideias.

Dotado de uma personalidade complexa, sofreu as oscilações de um carácter rico com uma expressão evidente na sua obra poética. Com efeito, Quental desenvolveu uma actividade intervencionista que se traduziu numa intensa actividade crítica.

O poeta filósofo acreditava no progresso social que só poderia ser uma realidade com a implantação do socialismo. A par do seu lado combativo, Antero é um homem que na sua ânsia de infinitude, procura através da filosofia descobrir os mistérios existenciais.

Morreu no dia 11 de Setembro de 1891.

(1842-1891)

Principais obras e opúsculos

Bibliografia Consultada

Autoria: Susana Maria Martins Sousa

[ CITI ]