Conferências do Casino

As Conferências do Casino ocorriam cinco anos depois da Questão Coimbrã, protagonizadas por doze homens de letras, grupo a que se chamava o «Cenáculo». Estavam previstas doze Conferências Democráticas no Casino Lisbonense, mas só se realizaram cinco. A primeira foi a de Antero de Quental e a de maior interesse literário foi a de Eça de Queirós (A Literatura Nova; O Realismo como Nova Expressão de Arte). As Conferências do Casino marcam o início do Realismo como forma de pensamento e de expressão.

[ CITI ]