Obra

Segundo António José Barreiros devem distinguir-se 3 fases na evolução literária de Eça de Queirós correspondentes respectivamente à sua evolução ideológica.

1ª Fase – Fase Romântica:

Prosas Bárbaras

Mistério da Estrada de Sintra

2ª Fase – Fase Realista:

As Farpas (Uma Campanha Alegre)

O Crime do Padre Amaro

O Primo Basílio

A Tragédia da Rua das Flores

O Mandarim

A Relíquia

Os Maias

3ª Fase – Fase Social-Nacionalista:

Correspondência de Fradique Mendes

A Ilustre Casa de Ramires

A Cidade e as Serras

Contos

Últimas Páginas

Devemos ainda referir outras publicações feitas após a sua morte, e que correspondem maioritariamente a uma compilação de artigos escritos em jornais e revistas da época:

Notas Contemporâneas

Cartas de Inglaterra

Dicionário de Milagres

Ecos de Paris

Cartas Familiares

Correspondência

Bilhetes de Paris

O Conde de Abranhos

A Capital

O Egipto

Alves & C.ª

Cartas

Crónicas de Londres

Tradução de Minas de Salomão

[ CITI ]