Protesto de Antero de Quental

Este protesto foi da autoria de Antero de Quental, tendo sido redigido no Café Central, hoje Livraria Sá da Costa, no mesmo dia da proibição:

"Em nome da liberdade do pensamento, da liberdade da palavra, da liberdade de reunião, bases de todo o direito público, únicas garantias de justiça social, protestam, ainda mais contristados do que indignados, contra a portaria que manda arbitrariamente fechar a sala das Conferências democráticas. Apelam para a opinião pública, para a consciência liberal do País, reservando a plena liberdade de respondermos a este acto de brutal violência como nos mandar a nossa consciência de homens e de cidadãos"*

Este protesto é assinado por Antero de Quental, Adolfo Coelho, Jaime Batalha Reis, Salomão Saragga, Eça de Queirós.

*QUENTAL, Antero de, Protesto Contra a Proibição das Conferências Democráticas do Casino, publicado nos jornais contemporâneos, in MATOS, A. Campos (org. e coordenação), Dicionário de Eça de Queirós, Lisboa, Ed. Caminho, 1988, s/ed., pág. 129.

[ CITI ]