Alfred Döblin

Teolinda Gersão escolheu debruçar-se, na sua tese de doutoramento, sobre a perspectiva dialéctica da obra de Alfred Döblin, pois este foi "...um dos grandes romancistas alemães do século XX..."( Entrevista concedida a Daniela Reigadinha, em 27 de Outubro de 1996). Era de uma família judaica, fugiu do nazismo emigrando para os Estados Unidos.

Teolinda Gersão considera que, embora não tenha consciência disso, Döblin influenciou talvez a sua escrita, porque durante muitos anos esteve em contacto com as suas obras e com o seu tipo de escrita, que define como "...fascinante (...) escrita do inconsciente (...) visionária (...) que nos toca mais pelo lado emocional do que pelo lado racional." (Idem, ibidem). Alguns grandes escritores de sucesso consideram-no o seu mestre, apesar de ele próprio nunca ter tido muito sucesso, ou seja, Döblin é um "...escritor a que o público nunca aderiu particularmente (...) o que não tem a ver com a sua qualidade."(Idem, ibidem).

[ CITI ]