Faulkner

"Toda a corrente mágica latino-americana vem do Faulkner, arranca nele."

"Sobretudo para nós, portugueses, com a nossa sensibilidade abundante e palavrosa, o Faulkner é uma referência importante."

in Jornal de Letras, Artes e Ideias, 5 de Abril de 1988


"O Faulkner admiro efectivamente, sinto que aquilo que ele faz é para tentar aproximar a emoção daquilo que escreve."

"Ele nunca teve dinheiro na vida. Depois ganhou o Nobel e a partir de então tornou-se um génio reconhecido. Antes foi crucificado."

in Público, 4 de Abril de 1994


"(..) as inovações técnicas do Faulkner existem para servirem a narrativa que ele está a contar (...)"

in Ler, nº37, Inverno de 1997


"(...) que lês e quem lês?"

"Normalmente, e repetidamente, os escritores de quem gosto, claro. «O Som e a Fúria», do Faulkner, e «A Viagem ao Fim da Noite», do Céline, livros que, seguramente, li mais de vinte vezes. Aprendo sempre com eles."

in Jornal de Letras, Artes e Ideias, ano V, nº176, Novembro de 1985

[ CITI ]