Literatura

À pergunta «como começou a escrever?», responde visivelmente atrapalhado face a uma resposta difícil de dar.

«Nunca sei responder a essa pergunta. Encontro-me sempre inventando uma nova razão. Sou filho de poeta, nasci entre livros e mais do que entre livros nasci com essa doença de não nos bastar o mundo real. Com se o sentimento de família se encontrasse apenas nesse encantamento de contar histórias e recriar o universo

Excertos da entrevista concedida à autora deste trabalho, conseguida via Internet.

[ CITI ]