Como nasceu o livro?

"J.S. - Em Setembro de 1991. Depois da experiência do descolamento da retina. Mas as circunstâncias em que a ideia surgiu levam-me a pensar que será longínqua qualquer relação de causa efeito. O livro nasceu, estava eu a almoçar num restaurante onde costumava ir, o Varina da Madragoa. Esperava que me servissem e, como sempre, pensava em coisas vagas. De repente, surgiu-me o título «Ensaio sobre a Cegueira»...

«Jornal de Letras» - É habitual surgir-lhe primeiro o nome do livro.

J.S. - Sim. O livro não me aparece como uma ideia vaga que se vai definindo até acabar por encontrar o seu próprio título. Mas desde logo, um título. No caso de O Evangelho segundo Jesus Cristo foi uma ilusão óptica.

«Jornal de Letras» - O título «Ensaio sobre a Cegueira» não surgiu, no entanto, desamparado?

J.S. - Não apareceu sem companhia. Mas justamente com uma espécie de flash de uma cegueira geral. Isto é tudo e nada."

NUNES, Maria Leonor, "O escritor vidente. Flash criador" in Jornal de Letras, Lisboa, 25 de Outubro de 1995, págs. 15-17

[ CITI ]