O Teatro de Saramago

"É uma forma textual diferenciada de uma mesma mundivivência literária que encontra nas relações entre verdade e ficção, entre tempo e reflexão, entre viagem e conhecimento, o essencial da sua problemática - e que a sedução pelo teatro, que não será decerto a forma privilegiada da sua manifestação artística mas que a adquire um aperfeiçoamento gradual ao longo destas três tentativas, corresponde até certo ponto, a nosso ver, à necessidade exemplicativa e moralizante (didáctica, se quisermos) de mostrar ao vivo, representando-as para além da mimese narrativo-descritiva, para além da dualidade irresolúvel e incerta literatura/vida, as parcelas de uma totalidade expressiva que cabe ao escritor explorar e transmitir."

SEIXO, Maria Alzira, O Essencial sobre José Saramago, Lisboa, Imprensa Nacional- Casa da Moeda, 1987, págs. 36-38

[ CITI ]