Ocupação da RTP

O planeamento das operações do 25 de Abril contemplava a ocupação das instalações da RTP no Lumiar pois os militares entendiam que o controlo dos principais meios de comunicação de massas era fundamental para o êxito das operações armadas de derrube da ordem em vigor.

Os militares deparavam-se com a dificuldade de nenhum deles conhecer a topografia do edifício, nem sequer nenhum dos seus funcionários. O almejado auxílio veio-lhes de Adelino Gomes da RDP, que no ano anterior havia trabalhado na RTP como colaborador e conhecia minimamente o seu interior.

À chegada, os militares depararam-se com alguns efectivos da PSP, que apanhados de surpresa, foram detidos e a RTP ocupada. Perto das sete horas da tarde ia para o ar o primeiro noticiário da era da Liberdade.

[ CITI ]