Práticas Culturais

Analisando as transformações desencadeadas pela Revolução no domínio específico da cultura através dos olhos desta derradeira década do século, toma-se consciência de que as transformações nos modos de produção cultural, a ausência de rompimentos nas linguagens, a permanência das instituições e de figuras reconhecidas ao longo deste quarto de século de democracia não tiveram a profundidade que, à partida, se poderia supor.

É certo que vinte e cinco anos não foram suficientes para democratizar a cultura, mas pouco ou nada voltou ao que era antes do golpe.

Televisão (massa) e Fundação Gulbenkian (elites) são as instituições que têm marcado insanavelmente a cultura portuguesa desde essa data. A isto devemos juntar a forte difusão de inovações tecnológicas.

Antes da Revolução a frequência do Teatro e do cinema era mais acentuada do que nos anos 90. Eram três as orquestras, havia ciclos de cinema e cineclubes; ópera e bailado no Coliseu. A Rádio prevalecia sobre a Televisão e os diários incluíam rubricas de crítica cultural, mas escasseavam as revistas especializadas.

Os museus viram multiplicar o seu público de lá até hoje. A publicação de livros mantém-se sensivelmente a mesma, todavia está mais concentrada nas mãos dos grandes editores.

A arquitectura ainda não era arte reconhecida e o património edificado encontrava-se degradado, mas o Estado encetava planos de reabilitação.

Havia uma sociedade de artistas capaz de assegurar o consumo de obras de arte. A Fundação Gulbenkian subsidiava o cinema e sente-se a acção do Cinema Novo Português.

O I Encontro da Canção Portuguesa decorre em Março de 1974 sob a supervisão da PIDE e enche o Coliseu.

À Revolução sucedem quinze dias que revolucionaram os hábitos e a cultura e, se as transformações não foram de fundo, houve rompimentos importantes. De Maio a Agosto concretiza-se uma extensa panóplia de iniciativas culturais e é nesse mês de Agosto que se inicia um processo a que se chamou Revolução Cultural, que se prolonga até Setembro de 1975.

[ CITI ]