Fernando Lopes Graça

1906-1995

Fernando Lopes Graça foi um dos mais notáveis compositor e musicólogo contemporâneos. Nasceu a 17 de Dezembro de 1906, em Tomar. Estudou em Coimbra, no Conservatório Nacional. As "Variações Sobre um Tema Popular Português", para Piano são a sua primeira obra, datada de 1929

Presencista desde a primeira hora colabora na revista até que em 1936 parte para Paris onde frequenta na Sorbonne a cadeira de Musicologia. Regressado a Portugal, em 1939, inicia um trabalho musical assente sobre elementos harmónicos, melódicos e rítmicos do folclore português.

A sua intensa actividade na esfera da música não se circunscreve à composição. Lopes Graça notabiliza-se como conferencista, publicista, divulgador e opositor ao regime fascista. Recebe, em 1940, o 1ºConcerto para Piano e Orquestra, prémio que volta a conquistar em 1942, 1944 e 1952.Em 1942 funda uma organização de concertos de música moderna intitulada "Sonata", criando em 1951 a revista "Gazeta Musical".

A linha folclorista reafirma-se e aprofunda-se em obras como a "Suite Rústica" (para orquestra, sobre melodias tradicionais portuguesas), "Os cinco Velhos Romances Portugueses", as "Nove Canções Populares Portuguesas" (para voz e orquestra), os "Natais Portugueses" e "Melodias Rústicas Portuguesas" (para piano), além de numerosos ciclos de harmonizações de canções populares, para voz e piano, e para coro a capella.

[ CITI ]