Francisco José Tenreiro

(1921 - 1963)

Contista e poeta nascido em São Tomé, diplomado pela antiga Escola Superior de Administração Colonial, prosseguiu a sua especialização Ciências Geográficas na Escola de Ciências Económicas e Políticas de Londres, em que se doutorou pela Faculdade de Letras de Lisboa. Realizou vários trabalhos de sociologia e geografia africanas, deixando-nos várias contribuições literárias, ensaísticas e de crítica. É com Ilha de Nome Santo, livro de poemas integrado na colecção do Novo Cancioneiro, que se estreia em 1942.

Obras:

Poesia -Ilha de Nome Santo, 1942; Obra Poética, 1967 (inclui o livro anterior e Coração em África).

Ensaio - Espelho do Invisível, 1959.

[ CITI ]