Presença

Revista literária fundada, dirigida e editada por Branquinho da Fonseca (que abandona a direcção no nº 27, em 1930. Colaboraram na Presença, entre outros, Adolfo Rocha (aliás, Miguel Torga) Edmundo de Bettencourt, João Gaspar Simões e José Régio. O primeiro número sai a 10/3/1927, e a partir do nº33 a revista passa a contar com Adolfo Casais Monteiro na direcção, até Novembro de 1938. No ano seguinte inicia-se uma nova série, com um formato maior e maior número de páginas, com o secretário Alberto de Serpa, mas publicam-se apenas 2 números (Novembro de 1939 e Fevereiro de 1940).

Elegendo como "mestres" os artistas de "Orpheu" (muitos dos quais ainda colaboram na "Presença"), a revista foi importante na difusão de uma segunda fase do Modernismo, mais crítica que criadora.

Na revista divulgam-se as principais obras e escritores europeus da 1ª metade do século Marcel Proust, André Gide, Paul Valéry, Guillaume Apollinaire, Pirandello. Defende a criação de uma literatura mais viva, livre, oposta ao academismo e jornalismo rotineiro, primando pela crítica, pela predominância do individual sobre o colectivo, do psicológico sobre o social, da intuição sobre a razão. Destaca-se o espírito crítico não só dos fundadores, como também de Albano Nogueira e Guilherme de Castilho, e como colaboradores doutrinários, José Bacelar, José Marinho, Delfim Santos, Saul Dias, Fausto José, Francisco Bugalho, Alberto de Serpa, Luís de Montalvor, Mário Saa, Raul Leal e António Botto. Como figuras tutelares, são de salientar as personalidades de Fernando Pessoa e Afonso Duarte, contando ainda com a colaboração de António de Sousa, Irene Lisboa (com alguns poemas já em prosa), Vitorino Nemésio, Pedro Homem de Mello, Tomaz Figueiredo e Olavo de Eça Leal. Todos eles se destacam sobretudo na poesia (marcada por um certo "lirismo provençal"), sendo António de Navarro quem mais directamente prolonga a herança poética de "Orpheu" nesta revista.

As páginas da Presença serviram também para promoção - à margem de iniciativas oficiais - e intercâmbio literário com vários poetas e prosadores brasileiros.

[ CITI ]