Sensacionismo

Pode considerar-se o sensacionismo como uma sub-corrente dentro do Modernismo que se caracteriza, essencialmente, "pela 'exuberância abstracto-concreta das imagens', a 'riqueza de sugestões na associação'das mesmas, a 'profunda intuição metafísica' e a 'associação de ideias desconexas'". Os poetas da "Geração de Orpheu" que aderiram ao sensacionismo substituíram a lírica tradicional pela poesia derivada de uma espécie de mecânica intelectual que não se preocupa com o facto de lhe chamarem "pouco inteligente".

Almada Negreiros foi o poeta que melhor representou o sensacionismo órfico, apelidando-se, ele próprio, de "poeta sensacionista e Narciso do Egipto". O poema "A Cena do Ódio "é o que melhor traduz esta faceta do artista.

[ CITI ]