tit_caixa_sorte.gif (1683 bytes)

O Passeio dos Alegres

Corria o ano de 1981 quando os portugueses vêm Júlio Isidro apresentar no seu Passeio dos Alegres um cantor latino-romântico, cujas lantejoulas amarelas ofuscavam até mesmo quem o via pela televisão. Bem cantante, este "Toni Silva, el grande criador...de toda a música rock" depressa convenceu o público de que tinha talento. Ele que já tinha aparecido ao lado de Nicolau Breyner na dupla Sr. Feliz e Sr. Contente, surge agora com novo look, cantando críticas à mediocridade da sociedade portuguesa.

Era o momento de entretenimento e humor que faltava às tardes de Domingo. E a RTP começava a ficar interessada em apostar naquele rapaz magrinho...

foto_01.jpg (26723 bytes)